Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 15 997402138
No comando: Programação Musical

Das 00:00 às 07:00

No comando: Jornal da Nova

Das 07:00 às 10:00

No comando: Programação Musical

Das 07:00 às 16:00

No comando: Programação Musical

Das 07:00 às 23:00

No comando: Programação Musical

Das 10:00 às 17:00

No comando: Tarde Tropical

Das 16:00 às 18:00

No comando: Toca Brasil – As Mais Pedidas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Tropical no Esporte

Das 18:00 às 19:00

No comando: Tropical à Noite

Das 20:00 às 22:00

No comando: Voz da Verdade

Das 22:00 às 23:59

Menu

Câmara de Sorocaba vota cassação do prefeito Crespo na quinta-feira

A continuidade do mandato do prefeito José Crespo (DEM) será definida quinta-feira (1º), a partir das 13h, durante sessão extraordinária da Câmara de Sorocaba. A data foi definida no início da tarde desta terça-feira (30) após a assinatura de quatro integrantes da mesa diretora do Legislativo sorocabano.

Nesta terça, com divergência no voto, o relatório final da Comissão Processante que investiga José Crespo emitiu parecer pela cassação do chefe do Executivo. O vereador Luís Santos (Pros) votou contra a cassação.

A conclusão foi entregue ao presidente da Câmara de Sorocaba, vereador Fernando Dini (MDB), às 11h15 desta terça-feira (30). O fato ocorreu um dia antes da data inicial prevista.

Logo após a entrega do relatório final, uma reunião ocorreu na sala da presidência da Câmara de Sorocaba. Dini afirmou que pretende seguir o rito.

O relator vereador Hudson Pessini (MDB) passou a noite trabalhando no relatório, juntamente com membros do Jurídico da Câmara de Sorocaba. O presidente da Comissão Processante, vereador Silvano Júnior (PV), também passou a noite no Legislativo.

Sobre a divergência no voto de Luís Santos, vencido pelos demais membros, o parlamentar alegou que não concordou com a falta do depoimento de um dos convidados. Dini pediu respeito ao voto divergente.

Crespo é investigado por suposta infração político-administrativa no caso do voluntariado na Prefeitura de Sorocaba, envolvendo a ex-servidora comissionada Tatiane Polis.

Fonte: Cruzeiro do Sul

Deixe seu comentário: