Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Homem transplantado, de grupo de risco, é primeiro óbito de suspeito do novo coronavírus em Sorocaba - Nova Tropical Fm

Fale conosco via Whatsapp: +55 15 997402138

No comando: Madrugada Tropical

Das 00:00 às 6:00

No comando: Tropical Sertanejo

Das 06:00 às 08:00

No comando: Jornal da Nova Tropical

Das 08:00 às 10:00

No comando: Tropical News

Das 10:00 às 12:00

No comando: Tarde Tropical

Das 13:00 às 17:00

No comando: Agenda Tropical

Das 14:00 às 16:00

No comando: Conectados

Das 16:00 às 17:00

No comando: Noite Tropical

Das 20:00 às 22:00

Homem transplantado, de grupo de risco, é primeiro óbito de suspeito do novo coronavírus em Sorocaba

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), recebeu neste domingo (22) a notificação de óbito de um paciente suspeito do novo coronavírus. A confirmação de que a causa da morte foi pelo Covid19 se dará após exame do Instituto Adolfo Lutz. A vítima trata-se de um homem de 48 anos, transplantado renal. A cidade passou de 84 para 98 casos suspeitos de sábado (22) para domingo. Do total de suspeitos, nove encontram-se internados em hospitais e quatro aguardam internação e estão em UPHs do município.

A Secretaria da Saúde (SES) esclarece que os exames são realizados pelo órgão estadual Instituto Adolfo Lutz (IAL), responsável por descartar e confirmar casos de coronavírus de todo o Estado de São Paulo. Ou seja, a Prefeitura não possui gestão e nem governabilidade pela demora dos exames em suspeitos da doença. O órgão estadual não tem fornecido essa previsão de resultados aos municípios em razão da elevada demanda decorrente da epidemia que o Estado enfrenta.

Desde a última quinta-feira (19), conforme determinação da Secretaria Estadual da Saúde, somente serão solicitados exames do novo coronavírus para pacientes suspeitos internados graves ou críticos e profissionais da área de saúde que apresentem sintomas de síndrome gripal. O teste diagnóstico não deverá ser realizado em pessoas assintomáticas. Essas medidas buscam otimizar o bom uso desse recurso, cujos insumos estão restritos no mundo devido à situação pandêmica.

Neste momento são considerados como suspeitos todos os pacientes que apresentarem características de síndrome gripal. Ou seja, pessoa com febre e sintomas respiratórios, sendo que a febre pode não estar presente em alguns, como pacientes jovens e idosos, ou que esteja fazendo uso de medicamento antitérmico. A orientação é que procurem uma unidade de saúde somente pessoas que percebam o agravamento dos sintomas, como falta de ar. Em situações menos complexas, é recomendado o isolamento domiciliar por até 14 dias.

Deixe seu comentário: