Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 15 997402138
No comando: Programação Musical

Das 00:00 às 07:00

No comando: Jornal da Nova

Das 07:00 às 10:00

No comando: Programação Musical

Das 07:00 às 16:00

No comando: Programação Musical

Das 07:00 às 23:00

No comando: Programação Musical

Das 10:00 às 17:00

No comando: Tarde Tropical

Das 16:00 às 18:00

No comando: Toca Brasil – As Mais Pedidas

Das 17:00 às 18:00

No comando: Tropical Nos Esportes – Com a Equipe FUTeMAIS

Das 18:00 às 19:00

No comando: Tropical à Noite

Das 20:00 às 22:00

No comando: Voz da Verdade

Das 22:00 às 23:59

Menu

Por 16 votos a 4, Câmara cassa o mandato do prefeito José Crespo

A Câmara de Sorocaba julgou procedente, na madrugada desta sexta-feira (2), em sessão extraordinária que começou às 13h da véspera, o pedido de cassação do prefeito José Crespo (DEM). 


O chefe do Executivo foi acusado de infração político-administrativa no caso do voluntariado na Prefeitura, em fato que envolve a ex-assessora Tatiane Polis. O resultado só saiu às 2h13 da manhã.


O relatório final da Comissão Processante que pede a cassação do prefeito Crespo foi entregue na última terça-feira (30). O texto recomendou a cassação do mandato. Crespo precisava de sete votos para se manter no cargo, mas teve apenas quatro, e teve o mandato cassado por 16 votos a 4.


A sessão desta quinta-feira foi a segunda do ano a decidir sobre o mandato de um representante do Executivo. Em junho, os vereadores votaram contra o relatório da Comissão Processante que pedia a cassação do mandato da vice-prefeita, Jaqueline Coutinho (PTB).


Com isso, o democrata não será mais chefe do Executivo e a Prefeitura de Sorocaba passará a ter a gestão da vice-prefeita Jaqueline Coutinho, que toma posse como prefeita.


Os votos dos vereadores foram:


Anselmo Rolim Neto (PSDB) – Sim

Cíntia de Almeida (MDB) – Não

Hélio Mauro Silva Brasileiro (MDB) – Sim

José Francisco Martinez (PSDB) – Sim

Francisco França da Silva (PT) – Sim

Fausto Salvador Peres (Podemos) – Sim

Fernanda Schlic Garcia (PSOL) – Sim

Fernando Alves Lisboa Dini (MDB) – Sim

Hudson Pessini (MDB) – Sim

Iara Bernardi (PT) – Sim

João Donizeti Silvestre (PSDB) – Sim

José Apolo da Silva (PSB) – Não

Péricles Régis Mendonça de Lima (MDB) – Sim

Irineu Donizeti de Toledo (PRB) – Não

Luis Santos Pereira Filho (Pros) – Não

Renan dos Santos (PCdoB) – Sim

Rodrigo Maganhato (DEM) – Sim

Antonio Carlos Silvano Júnior (PV) – Sim

Vitor Alexandre Rodrigues (MDB) – Sim

Wanderley Diogo de Melo (PRP) – Sim

Deixe seu comentário: